Ads Top

Concursos e a Preguiça de Estudar


#ParaCegoVer A imagem mostra uma visão superior de um homem branco, de cabelos curtos escuros, vestindo uma camisa social, sentado à uma mesa de madeira escura, de cabeça baixada apoiada nas mãos, desanimado. Em sua frenet está um computador de mesa e em suas laterais, uma pasta aberta com gráficos, canetas e o celular.

Acordei às 6:30 da manhã no domingo. Meu sonho era ser aprovado no concurso de defensor público. Eu sabia o que era preciso fazer para alcançar esse objetivo, mas mesmo assim voltei a dormir...

Você já acordou e se sentiu assim? 
Sabendo o que precisa fazer, mas a preguiça era maior?

Isso aconteceu comigo várias vezes.
O pior a a culpa que a gente sente depois.
Mas porque isso acontece?

Com o tempo percebi que, mesmo tendo objetivos claros em minha vida, a caminho para atingi-los não era prazeiroso. Eu não gostava do que estava fazendo e não tinha o menor interesse em estudar, principalmente determinadas matérias. O nome disso é preguiça.

Quase nunca tive preguiça de ir ao cinema com minha namorada (hoje minha esposa Marcelinha), de ir a praia no domingo ou mesmo de ficar na cama sem fazer nada.

Entender que a causa da preguiça é não ter interesse ou prazer em fazer algo nos faz atacar o problema certo.

É muito comum querermos atacar as consequências e nos forçar a estudar o que não queremos ou gostamos, quando na verdade deveríamos pensar diferente: "o que posso fazer para gostar do que faço e assim não ter preguiça de estudar".

Para mim, só foi possível gostar do que eu fazia (dos estudos) quando eu via progresso, que era medido dia a dia e baseando em uma estratégia de estudos com começo, meio e fim.

Essa mudança de pensamento proporcionou uma mudança no meu comportamento, e aos poucos o gosto em fazer algo que me levou as aprovações que tanto desejava.

Você pode fazer o mesmo.

Se você tem interesse em ser mais estratégico em concursos, pode começar por meu livro digital gratuito. Baixe neste link www.metododeaprovacao.com.br

Espero realmente que eu possa contribuir para sua aprovação.
Grande abraço
Gerson Aragão


texto com os devidos créditos de Gerson Aragão





Nenhum comentário:

Obrigado pela visita! Deixe aqui seu comentário e seu site/blog que retribuirei! :) Volte Sempre!

Tecnologia do Blogger.